20 de agosto, 2019

Pipoca, pamonha e canjica

Na Serra do Mar, a aldeia Rio Branco planta sete tipos de milho guarani todo ano. E mantém viva a história de um ingrediente que está na essência do Brasil. 

20 de agosto, 2019

Pipoca, pamonha e canjica

Na Serra do Mar, a aldeia Rio Branco planta sete tipos de milho guarani todo ano. E mantém viva a história de um ingrediente que está na essência do Brasil. 

ASSINE o 37 graus

Notas do episódio

Esse foi o último episódio da segunda temporada do 37 Graus. O podcast é produzido e apresentado por Bia Guimarães e Sarah Azoubel. As músicas do programa são do  Gabriel Falcão. E a ilustração é de Sandra Jávera.

Nos próximos meses a gente vai estar por aí caçando as histórias da próxima temporada. E, para o programa ficar ainda melhor, estamos fazendo uma pesquisa com os nossos ouvintes. É um formulário super curtinho. Se você puder responder, ficaremos muito felizes. 

Maria na roça da aldeia Rio Branco

Essa é a Maria da Silva, agricultora da aldeia Rio Branco, de Itanhaém (SP). Ela carrega no cesto grãos de avaxi pará, um dos tipos de milho guarani. 

O Banco de Alimentos de Itanhaém tem um projeto que insere o milho guarani na alimentação escolar das aldeias. O cadastro dos agricultores indígenas no programa permite que eles também forneçam outros produtos que podem ser distribuídos para a população geral, como banana, mandioca e palmito, aumentando a renda da aldeia. 

Coleção de espigas do laboratório

Essa é a coleção de espigas de milho do laboratório em que a Flaviane Costa trabalha, na USP de Piracicaba (Esalq). As variedades foram coletadas no Brasil.

Se quiser saber mais sobre a diversidade do milho brasileiro e sobre o projeto do qual a Flaviane faz parte, você pode acessar o site do InterABio.

Esse episódio tem o apoio do Instituto Serrapilheira
O 37 Graus faz parte da rede B9 de podcasts

Assine a Newsletter

Fique por dentro dos bastidores do 37 Graus e do lançamento dos nossos episódios.